rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Coreia do Sul Coreia do Norte Negociações de paz Guerra e Paz

Publicado a • Modificado a

Pyongyang e Seul equacionam diálogo

media
Presidente sul-coreano Moon Jae-in conversa com Kim Yo Jong, irmã do líder norte-coreano Kim Jong Un, durante actuação em Seul de uma orquestra norte-coreana a 11 de Fevereiro de 2018. Yonhap via REUTERS

A presença de uma importante delegação de Pyongyang e de Washington na abertura dos Jogos Olímpicos de inverno na Coreia do Sul gera expectativa quanto a um possível aquecimento das relações dessas potências com Seul. Americanos e sul-coreanos não descartam encetar negociações directas com a Coreia do Norte.


 

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, que esteve presente em PyeongChang na abertura das Olímpiadas, confirmou um acordo com Seul sobre os termos de um compromisso diplomático com Pyongyang.

Pence afirmou, porém, a sua determinação em exercer "uma pressão máxima" sobre os norte-coreanos para que estes desistam do seu programa nuclear.

Também o Japão alertou para a necessidade de não se ficar cego em relação ao que chamou de "ofensiva de charme" dos norte-coreanos, realçando que o objectivo a alcançar é eliminar-se o armamento nuclear de Pyongyang.

Por sua vez Seul anunciou hoje que vai tentar organizar novas reuniões para famílias separadas pela guerra da Coreia e procurar reduzir a tensão com o Norte.

E isto por forma a preparar uma eventual cimeira.

Um anúncio que ocorre logo após a visita de uma importante delegação norte-coreana aos Jogos Olímpicos de inverno que transmitiu um convite ao presidente Moon Jae-in para que este se desloque à Coreia do Norte.