rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Publicado a • Modificado a

Cabo Verde cria Fundo Autónomo para Cultura

media
O Primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva

Cabo Verde cria um Fundo Autónomo para a Cultura, e fecha o Banco da Cultura, alvo de uma auditoria financeira. O referido fundo aprovado por um decreto regulamentar visa incentivar a promoção das práticas culturais, bem como as indústrias criativas.Mais pormenores, com Odair Santos :


Com a criação do Fundo Autónomo de Promoção à Cultura e Indústrias Criativas, o governo extingue definitivamente o Banco da Cultura criado pelo anterior executivo e que foi alvo de uma auditoria financeira, que resultou num processo judicial tendo o antigo presidente do banco como arguido.

De acordo com o Ministro de Estado e da Presidência de Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire, a criação do Fundo Autónomo de Promoção à Cultura e Indústrias Criativas, assinala uma  nova abordagem na gestão dos projectos culturais a nível do financiamento e marca a fase de reestruturação em todo o sector da cultura.

Não foi avançado o montante global que constituirá o fundo porque, segundo Fernando Elísio Freire  este será composto por uma parcela proveniente do Orçamento do Estado.Com a criação do Fundo Autónomo de Promoção à Cultura e Indústrias Criativas, o governo fará uma poupança de 10 mil contos referentes às despesas do funcionamento do antigo Banco da Cultura.

De acordo com Fernando Elísio Freire, ministro da presidência do Conselho de Ministros de Cabo verde, a criação de um Fundo Autónomo de Promoção à Cultura e Indústrias Criativas visa um novo mode de gestão dos projectos culturais e do seu financiamento .

Freire sublinhou que a medida tomada pelo executivo cabo verdiano, chefiado pelo Primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva, é fundamental para a integração da Cultura na produção de riqueza nacional, bem como para o fomento da economia criativa.

Através da criação do Fundo Autónomo de Promoção à Cultura e Indústrias Criativas ,o governo de Cabo Verde tem como objectivo, a reestruturação dos níveis de financiamento do sector cultural, a criação de um mecanismo de financiamento da cultura , bem como a racionalização do modelo de gestão das verbas atribuídas à cultura.

 

Correspondência Cabo Verde . Odair Santos 27.01.2018 27/01/2018 ouvir